26 Out

Molho de escabeche

escabechept

molho1

Ingredientes :

Fora da caixa :

  • 1 cebola
  • 4 dentes de alho
  • 1 folha de louro
  • 1 raminho de salsa
  • 4 colheres (sopa) de vinagre
  • Sal e pimenta, q. b.

Dentro da caixa, Lusitan Box Red Edition :

molho2

Preparação :

  • Corte as cebolas em rodelas e lamine os alhos, pique a salsa.
  • Numa frigideira, deite o azeite e junte as cebolas, os alhos e o louro.
  • Numa tigela, dissolva no vinagre o colorau e pimenta a gosto.
  • Junte à cebola quando esta estiver bem loura.
  • Acrescente a salsa picada.
  • Deixe ferver por mais dois minutos.

Nota :
– Nas aldeias era habitual fazer-se molho escabeche para aproveitar o peixe frito que tinha sobrado de refeições anteriores.
– Este molho pode acompanhar peixes e carnes, o único limite é a sua imaginação.

Enregistrer

Enregistrer

Enregistrer

20 Out

ADPM : Associação de Defesa do Património de Mértola

capture-decran-2016-10-20-a-10-53-28

Entrevista a Patricia Turra, sobre a ADPM, produtor dos oregões biologicos da Lusitan Box Red Edition.

1- Pode contar-nos um pouco da historia da sua empresa?

 A ADPM – Associação de Defesa do Património de Mértola, é uma entidade pública sem fins lucrativos/Associação de Desenvolvimento Local, fundada em 1980, com o objetivo de contribuir de forma ativa para o desenvolvimento harmonioso do concelho de Mértola, sustentado na conservação, dinamização e valorização dos recursos locais, privilegiando o envolvimento da população local no processo de melhoria das condições e da qualidade de vida das comunidades.

A missão da ADPM prende-se fundamentalmente com o desenvolvimento económico, social e cultural dos territórios onde intervém, partilhando estrategicamente com entidades públicas e privadas, mas igualmente com os cidadãos, a responsabilidade de participação ativa nas dinâmicas dos seus próprios processos de desenvolvimento local.

Com o intuito de incentivar a prática de uma agricultura sustentável no Baixo Alentejo, adquiriu, em 1992 ao abrigo do Programa europeu para a Conservação da Natureza -LIFE, o Monte do Vento, uma propriedade com 192,30 hectares, certificada em modo de produção biológico pela empresa ECOCERT a partir de 2000 e onde funciona o Centro de Estudos e Sensibilização Ambiental desde 1996.

O Monte do Vento afirmar-se como um pólo dinamizador de atividades, com o objetivo de estudar, investigar e demonstrar alternativas sustentáveis e competitivas de gestão dos recursos naturais com as atividades agro silvo pastoris, no sentido de promover uma correta utilização do território que apresenta densidades populacionais inferiores à média da região e do País, com elevados índices de envelhecimento e que ultrapassa a média nacional e comunitária da população empregada na agricultura.

O produto com maior importância económica para a propriedade são as Plantas Aromáticas e Medicinais (PAM), que começou a ser desenvolvido em 1999, através da recolha da vegetação espontânea e que atualmente ocupa 0.300ha com cerca de 12 variedades, principalmente autóctones. No Monte do Vento é realizado todo o ciclo de produção, desde a recolha das sementes ou das estacas, à sua reprodução em viveiro, à passagem para o terreno, ao corte, à secagem e ao embalamento.

2- Qual é a especificidade do seu produto, o que é que faz dele um produto tão especial?

Os nossos produto são tisanas -“Ervas do Monte”, em modo de produção biológico e secas pelo sol do Alentejo, o que lhes confere a cor, o aroma e o sabor genuíno das plantas aromáticas do Monte do Vento.

3- Qual é a relação que a vossa empresa tem com a região Alentejo?

Conexão, uma vez que a nossa propriedade se encontra no interior do Parque Natural do Vale do Guadiana, localizado no Baixo Alentejo.

4- Pode nos dar 3 palavras que, para si, evocam o melhor a região Alentejo?

Aromas, Sabores, Calma

5- Qual é a sua comida Alentejana preferida e porquê?

De Verão – Gaspacho com muge frito

De InvernoCozido de grão

6- Qual é o seu lugar preferido do Alentejo?

Mértola, pela diversidade de saberes e sabores que pode oferecer.

19 Out

Alamal River Club

capture-decran-2016-10-19-a-18-06-12

Entrevista a Henrique Henriques, Project Manager no Alamal River Club.

1- Pode contar-nos um pouco da historia da sua empresa?

A história do Alamal River Club ainda se está a escrever e é ainda muito curta. Abriu em Agosto de 2016, anteriormente eram umas antigas instalações da Pousada do Inatel de Gavião. O ultimo ano tem sido de muito trabalho a promover a unidade e o destino. Mas tem sido um trabalho gratificante. O feedback dos clientes é muito positivo e todos os dias trabalhamos para melhorar o serviço ao cliente e tentar proporcionar a melhor experiência a quem passa pelo Alamal. O enquadramento paisagístico é magnifico, logo a experiência tem de estar à altura.

2- Qual é a especificidade do seu produto, o que é que faz dele um produto tão especial?

A localização é especial. Estar numa praia fluvial que tem no horizonte um castelo e uma linha ferroviária é algo especial. Depois o enquadramento da Quinta do Alamal também é único proporcionando aos clientes momentos de verdadeira tranquilidade e relaxe.

3- Qual é a relação que a vossa empresa tem com a região Alentejo?

Estamos mesmo na fronteira do Alentejo com a Beira Baixa, apenas o Rio Tejo separa estas duas regiões. Temos um pouco de cada uma e como se diz por aqui é um Alentejo Diferente.

4- Pode nos dar 3 palavras que, para si, evocam o melhor a região Alentejo?

Pessoas, Gastronomia e Tranquilidade

5- Qual é a sua comida Alentejana preferida e porquê?

As açordas, qualquer uma. De alho, de espinafres, de cação. São uma grande identidade da gastronomia alentejana.

6- Qual é o seu lugar preferido do Alentejo?

O Alamal … não por ser o local do Alamal River Club, mas pela tranquilidade que transmite todos os dias quando acordamos. Adoro o Alentejo onde cada região tem o seu encanto, as suas histórias, mas o Alamal é diferente …

capture-decran-2016-10-19-a-18-06-28 capture-decran-2016-10-19-a-18-05-56

capture-decran-2016-10-19-a-18-05-44

Na sua Lusitan Box Red edition, vai encontrar uma promoção para uma noite no Alamal River Club, visitar os arredores, desfrutar da natureza e passar um tempo especial no Alentejo.

19 Out

Fair Fruit Portugal e o azeite O’zeite

capture-decran-2016-10-19-a-17-33-47

Entrevista a Nídia Pita, Quality Manager da FairFruit Portugal. Produtor do azeite O’zeite, disponivel dentro da Lusitan Box Red Edition.

1- Pode contar-nos um pouco da historia da sua empresa?

O Grupo Fairfruit foi criado em 2014, a fim de reunir diferentes empresas e locais sobre o mesmo nome e promover uma estratégia unificada. Neste momento estamos presentes em 6 Países (Portugal, Espanha, França, Suíça, Hungria e Áustria).
A Fairfruit procura afirmar-se como um interveniente-chave no mercado de frutas de caroço e azeite na Europa. A nossa estratégia baseia-se na partilha de conhecimento e experiência, no domínio da cadeia de abastecimento e numa forte cultura corporativa.

O nosso trabalho diário assenta fundamentalmente em 4 pilares :

  • A combinação perfeita entre a tradição da cultura e os mais recentes conhecimentos e técnicas agrícolas.
  • O domínio da qualidade e o sabor dos nossos produtos desde a colheita ao transporte para o cliente final.
  • Uma agricultura que respeita os recursos naturais.
  • A melhoria contínua do “know-how” dos nossos colaboradores.

2- Qual é a especificidade do seu produto, o que é que faz dele um produto tão especial?

A nossa principal preocupação é proporcionar aos nossos clientes uma dieta saudável e um produto de alta qualidade, desenvolvido de acordo com os valores dos nossos produtores e consumidores.

3- Qual é a relação que a vossa empresa tem com a região Alentejo?

As nossas produções encontram-se no Alentejo onde o clima é propício ao bom desenvolvimento e maturação dos frutos, os solos são ricos e não há escassez de água. Todos estes factores contribuem para um produto final de qualidade elevada. Para além disso contribuímos para o desenvolvimento da região a nível social.

4- Pode nos dar 3 palavras que, para si, evocam o melhor a região Alentejo?

O clima, a gastronomia e as paisagens.

5- Qual é a sua comida Alentejana preferida e porquê?

Migas com entrecosto frito e regado com O’zeite Prestige.

6- Qual é o seu lugar preferido do Alentejo?

Sudoeste alentejano e costa vicentina (Litoral Alentejano) porque há a união do campo com o mar, tem as melhores praias e o peixe mais fresco.

Aqui segue uma receita de bacalhau do Chef Henrique Sá Pessoa, que pode realizar com o azeite O’zeite.

Pode comprar o azeite O’zeite na nossa loja online, ou o encontrar na Lusitan Box red edition!

28 Set

Pimentão do Carvalhal (colorau Alentejano)

pimentao_carvalhal

Entrevista ao Sr. Hugo Nascimento, proprietário da empresa Pimentão do Carvalhal.

1- Pode contar-nos um pouco da historia da sua empresa?

Empresa / marca criada em 1930. Foi mais tarde cedida à família, que a tem mantido de geração em geração, como produto tradicional de qualidade.

2- Qual é a especificidade do seu produto, o que é que faz dele um produto tão especial?

O Pimentão do Carvalhal é um produto natural, é um condimento em pó (Colorau), de cor avermelhada e sabor adocicado, feito a partir de pimentos específicos, desidratados por secagem  em fornos tradicionais a lenha, preservando assim a cor e qualidade integral do produto.

3- Qual é a relação que a vossa empresa tem com a região Alentejo?

A empresa está sediada  em Portalegre. A plantação e secagem é feita em terras e secadores dos proprietários na região de Ponte de Sôr (Portalegre). A sua moagem na fábrica do Carvalhal (Portalegre) que assim lhe dá o nome. ” Pimentão do Carvalhal ” marca registada A.B.

4- Pode nos dar 3 palavras que, para si, evocam o melhor a região Alentejo?

A beleza alentejana de características próprias onde se pode ver a  aridez do Baixo Alentejo com a cidade de Évora, património cultural, como expoente máximo. O Alto Alentejo (onde se insere Portalegre ) mais verdejante com vilas imperdíveis: Marvão, Castelo de Vide, Crato e muito mais.

5- Qual é a sua comida Alentejana preferida e porquê?

A gastronomia invejável  em qualquer das regiões. Impossível designar um prato, dois ou três. Tudo só depende do modo de confecção que tem que ser muito exigente, por exemplo as migas (várias), a Alhada de cação, o cozido à portuguesa (com carne e enchidos da região)….. e veja-se! como condimento tradicional não deve faltar o pimentão do carvalhal.

6- Qual é o seu lugar preferido do Alentejo?

Marvão.

alhadasardinha

Alhada de Sardinha, uma receita original para usar o Pimentão do Carvalhal.

Pode comprar o Pimentão do Carvalhal na nossa loja online, ou o encontrar na Lusitan Box red edition!

 

Enregistrer

23 Set

Gaspacho à alentejana

gaspacho_pt

gaspacho2

Ingrédients :

400g de pão
9 dl de agua fria
2 dentes de alho
2 c/s de vinagre
4 tomates maduros
½ pepino
¼ pimentão verde
Sal a gosto
6 cubos de gelo

Dentro da Lusitan Box Red Edition :
2 colher de sopa de azeite
1 colher de chá de folhas de oregãos

gaspacho3

Preparação :

  • Pôr 2 tomates em água a ferver durante alguns segundos, para tirar a pele mais facilmente. Tire a pele dos tomates e triture com a varinha mágica até obter uma polpa.
  • Num almofariz pisa-se muito bem o alho com o sal.
  • Adicione o alho e o sal à polpa de tomate e misture.
  • Corte os 2 tomates restantes, o pepino e o pimentão em quadradinhos pequenos.
  • Junta-se a água.
  • Tempere com sal, vinagre e azeite a gosto. Envolva tudo muito bem.
  • Adicione o pão aos cubos pequenos e os oregãos a gosto.
  • Antes de servir, junte umas pedrinhas de gelo. É preciso estar bem frio.

gaspacho1

Notas:

  • Existem muitas receitas de gaspacho Alentejano, umas com mais ou menos alho, mais ou menos água, mais ou menos vinagre e azeite, mais ou menos tomates, dependendo da tradição das aldeias e das cozinheiras.
  • O gaspacho Alentejano é também por vezes chamado “vinagrada”, pois há quem goste dele com muito vinagre.
  • Normalmente, acompanha-se com os famosos carapaus fritos ou “jaquinzinhos”, pode também acompanhá-lo com presunto de porco ibérico, que ficará muito bem.

Enregistrer

20 Set

A OLARIA PATALIM

A Olaria Patalim situa-se em São Pedro do Corval, aldeia de excelência para todos os amantes do Barro. Quando nos encontrámos com eles, ficámos logo encantados pelas peças deles, e a maneira de trabalhar, em família, cada peça de maneira artesanal. Com eles, criámos esta peça única, o descanso de colher. Única pelo seu tamanho, que adaptamos para a sua box, e pelo padrão que escolhemos para acordar com a nossa temática, e dar um brilho à sua cozinha.

patalimbanner1

Nós fomos fazer algumas perguntas ao Sr. Bruno Barreto sobre a sua arte e a sua região, o Alentejo!

1- Pode contar-nos um pouco da historia da sua empresa?

A história da nossa empresa é muito familiar!
A olaria tem mais de 200 anos em geração de oleiros, todos eles da nossa família até agora ao mais novo oleiro de S.Pedro. ..Rui Santos! !!

2- Qual é a especificidade do seu produto, o que é que faz dele um produto tão especial?

Os nossos produtos são especiais por ainda serem feitos e pintados a mão!
E tudo artesanal do qual nos orgulhamos.
São peças decorativas e outras também utilitárias.

3- Qual é a relação que a vossa empresa tem com a região Alentejo?

A empresa situa-se na zona alentejana, onde ainda existem boas pintoras, temos pouca matéria prima exclusive o barro que ainda se utiliza o da nossa região para peças utilitárias.

4- Pode nos dar 3 palavras que, para si, evocam o melhor a região Alentejo?

O Alentejo é inspirador, acolhedor e muito artesanal.

5- Qual é a sua comida Alentejana preferida e porquê?

A minha comida preferida é o cozido à portuguesa, porque tem mistura de várias qualidades de carne o que o torna delicioso.

6- Qual é o seu lugar preferido do Alentejo e porquê?

O meu lugar preferido do Alentejo e mesmo a zona onde vivo, o alto Alentejo, porque existem pessoas com arte, imaginação, criatividade e gente muito humilde.

patalimbanner2

Se gosta desta arte e quer aprender, fica a saber que a Olaria Patalim também dá oficinas de barro, deverá fazer reserva claro. Pode entrar em contacto com eles através do facebook ou dar uma visita a São Pedro do Corval, é aproveitar para visitar a fantástica vila de Monsaraz e o seu Castelo com vista para o Alqueva.

Encontra já a nossa peça do Patalim na Loja Online da Lusitan Box !

Enregistrer

Enregistrer

16 Set

Lusitan Box #1 : A vermelha

rectangulo-fb2

Para todos os que ainda não receberam a primeira Lusitan Box em casa, vamos revelar  o seu conteúdo pouco a pouco no nosso blog, mas antes disso, queríamos dar uma visão geral desta primeira edição! Primeiro, porquê vermelha? A resposta é muito simples, porque adoramos morangos, tomates e vinho, sim é assim tão simples.

morangosbanner

Esta primeira caixa está cheia de surpresas e cheia de Cacildos, pois oferecemos um saco muito bonito com o nosso Compadre Cacildo, um postal e um autocolante para colar o Cacildo onde quiser (aguardamos para ver as fotografias dos vossos Cacildos!). Como deve ter notado, neste verão o Cacildo aproveitou bem os recursos aquáticos do Alentejo, tanto no Alqueva como na bela Costa Vicentina.

cacildocollection

Preparamos para si umas receitas regionais tradicionais originais, onde pode usar os produtos desta primeira edição. É claro que pode também criar as suas próprias receitas! Esperamos que partilhem connosco as fotos das suas receitas e dos seus produtos Lusitan Box! Podem enviar para contact@lusitanbox.com ou partilhá-las no Facebook e Instagram!

recettes1

Finalmente, esta caixa tem duas ofertas promocionais para usar no Alentejo, num fantástico hotel no norte do Alentejo em Gavião e a possibilidade de praticar paddle surf no Lago Alqueva.

Pode já comprar a sua caixa edição vermelha aqui ou subscrever à Lusitan Box para receber as nossas caixas todos os 3 meses!

Siga-nos nas redes sociais:

Facebook InstagramPinterest

Enregistrer

Enregistrer

01 Set

Bem vindo

Bem vindo ao LUSITAN BLOG,

Aqui poderá encontrar informações sobre os produtos e respectivos produtores presentes em cada edição. Neste blog poderá também seguir as nossas receitas, vídeos, conselhos, segredos, lugares a visitar e muito mais…

Lusitan Box é uma caixa a receber em casa todos os 3 meses, que vos permitirá descobrir os sabores de Portugal, mas também o saber fazer português, através de produtos locais, receitas, do artesanato e muitas outras surpresas.

A aventura começou em Junho de 2016, depois de um projeto de crowdfunding financiado com sucesso ainda com o nome Alentejo Magic Box. Por diversas razões o projeto passou a ser Lusitan Box, com este novo nome, acreditamos que nos abre novos horizontes de partilha do que achamos ser o melhor de Portugal. Para encomendar a vossa Lusitan Box siga o nosso site:

www.lusitanbox.com

Para nos contactar para partilhar conteúdos, uma possível parceria, ou simplesmente nos dar o vosso feedback : contact@lusitanbox.com

Siga-nos nas redes sociais:

Facebook  InstagramPinterest